Doença Celíaca: entenda um pouco mais

A Doença Celíaca é uma condição que impede a ingestão de glúten e pode gerar sérios danos ao funcionamento do organismo.

Cerca de 1% da população mundial sofre de doença celíaca, mas estima-se que a maioria anda não tenha sido diagnosticada.




Contudo o organismo do celíaco não produz a enzima “transglutaminase”, responsável pela quebra do glúten. Dessa forma, a proteína não é absorvida e causa conseqüências que podem levar o indivíduo a um processo inflamatório grave.

O que é Glúten?

O glúten é uma proteína de tamanho grande formada por duas proteínas menores chamadas: gliadina e glutenina, encontradas naturalmente em muitos cereais como otrigo, a cevada, o centeio e malte.

Onde é encontrado o glúten?

A maioria dos grãos possui glúten: pães, torradas, biscoitos, massas, pizzas e bolos.

Muitos produtos industrializados e congelados podem conter glúten em sua composição: cerveja, vodcas, uísques, achocolatados e cafés.

Aveia tem ou não glúten?

A aveia não contém glúten, o problema é que a aveia é cultivada e processada em máquinas juntamente com o trigo e outros grãos, provocando o que se chama de “contaminação cruzada.

Ou seja, a aveia não contêm glúten naturalmente, mas entra em contato com ele durante etapa do processo, seja no plantio, na colheita, no transporte ou na moagem.


Leia Também o artigo: Glúten: vilão ou mocinho


Como surge a Doença Celíaca?

Apesar de não ser uma condição unânime entre os celíacos, a alta taxa de recorrência familiar da doença sugere que ela seja genética.

No entanto, a doença pode resultar da interação entre fatores ambientais, genéticos e imunológicos.

Há uma predisposição genética para a doença, a qual pode se desenvolver na infância ou na vida adulta.

Porém, pessoas com diabetes tipo 1 ou doença autoimune da tireóide também podem ter um risco maior de desenvolver a doença celíaca.

Assim, quem tem um parente próximo celíaco tem 10% de probabilidade de tê-la ou desenvolvê-la.

Como diagnosticar a Doença Celíaca?

A doença celíaca pode ser diagnosticada em qualquer idade. E tem origem autoimune, isto é, o corpo não reconhece o glúten e cria um quadro de reação imunológica importante ao entrar em contato com a proteína.

Diante do diagnóstico, indivíduos com a doença celíaca não podem ingerir alimentos que possuem glúten em sua composição ou no processo de fabricação.




Sintomas

Os efeitos podem ser facilmente confundidos com outros problemas de saúde. Podem variar de brandos a graves e podem incluir diarréia, inchaço, dor abdominal, flatulência e cansaço ou fraqueza.

No entanto, os sintomas variam de pessoa para pessoa.

Crianças pequenas podem apresentar deficiência no desenvolvimento.

Crianças maiores podem sentir falta de apetite, alteração do hábito intestinal e anemia.

Os adultos, fadiga crônica, perda de peso e outras anormalidades abdominais.

Além do sistema digestivo, outros órgãos podem ser afetados, gerando sintomas como dor de cabeça a nas articulações, queda de cabelo e até erosão do esmalte dentário.

Como saber se você tem a doença celíaca?

Se você desconfia que tenha a doença celíaca, deve consultar um médico e fazer os exames indicados. Primeiro é pedido um exame de sangue e, caso seja detectada a presença do anticorpo antiglúten, o médico poderá solicitar uma biópsia da parede do intestino delgado para confirmar o prognóstico.

Existe algum medicamento para tratar a doença celíaca?

O tratamento é somente a dieta, ou seja, retirar o glúten da alimentação.




Sandra Santos

Sandra Santos é administradora, professora, blogueira. Está na blogosfera desde o ano de 2015 como conteudista. Gosta de escrever conteúdos relevantes e informações preciosas.

Website: http://sandrasantos.net/

2 Comentários

  1. Pingback: Aumente seu Metabolismo com Duas Super Dicas - Viver em Jejum

  2. Pingback: Profissionais que estão mudando a saúde no Brasil - Viver em Jejum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *